Blog da Paulinha

Críticas, Dicas, Vídeos, Notícias, Receitas e tudo mais.

5.6.11

Não sabe o que será no futuro? Veja o que o Bombeiro faz.

Postado por Paula R. Cardoso Bruno |

Um bombeiro é um profissional ou voluntário que possui treino e equipamento adequado para apagar ou minimizar incêndios, resgatar pessoas em situação de perigo, salvaguardar bens materiais e ajudar e fornecer assistência nos desastres naturais e nos causados pelo homem.
Podem ser militares, no caso da grande maioria dos estados brasileiros, ou então civis e voluntários, como ocorre em muitos países europeus, nos Estados Unidos, Japão, Austrália e alguns países latinoamericanos.

Áreas de Atuação


Apesar de terem sido inicialmente constituídos com a função de combate a incêndios, as funções dos bombeiros alargaram-se para quase todas as áreas da protecção civil. Conforme o país e o corpo de bombeiros, as várias áreas de intervenção dos bombeiros são:
  • Combate a incêndios florestais;
  • Combate a incêndios urbanos;
  • Combate a incêndios industriais;
  • Resgate em grande ângulo;
  • Emergência médica pré-hospitalar;
  • Salvamento aquático.
  • Desencarceramento em acidentes rodoviários e ferroviários;
  • Intervenção em incidentes eléctricos;
  • Intervenção em incidentes hidráulicos;
  • Intervenção em incidentes com matérias perigosas;
  • Intervenção em incidentes com redes de gás;
  • Corte de Árvores em risco iminente de queda;
  • Captura de animais correndo ou oferecendo risco.
  • Resgate de corpos ou bens submersos.
  • Prevenção contra Incêndio e Pânico.
Equipamentos

Veículos de socorro e luta contra incêndios
  • Veículos de combate a incêndios (ligeiros, urbanos, rurais, florestais e especiais);
  • Veículos tanque tácticos (urbanos, rurais e florestais);
  • Veículos tanque de grande capacidade;
  • Veículos com equipamento técnico de apoio;
  • Veículos de apoio alimentar;
  • Veículos de apoio a mergulhadores;
  • Veículos com escada giratória;
  • Veículos com plataforma giratória;
  • Veículos de socorro e assistência (tácticos e especiais);
  • Veículos de protecção multiriscos (tácticos e especiais);
  • Veículos de comando táctico;
  • Veículos de comando e comunicações;
  • Veículos de gestão estratégica e operações;
  • Veículos de transporte de pessoal (táctico e geral);
  • Veículos para operações específicas.
Veículos de socorro e assistência a doentes
  • Ambulâncias de transporte de doentes;
  • Ambulâncias de transporte múltiplo;
  • Ambulâncias de socorro;
  • Ambulâncias de cuidados intensivos;
  • Veículos de socorro e assistência médica.
Veículos de intervenção aquática
  • Botes de reconhecimento e transporte (pneumáticos e semi-rígidos);
  • Botes de socorro e resgate (pneumáticos e semi-rígidos);
  • Lanchas de transporte geral;
  • Motos de reconhecimento e salvamento aquático.
Meios aéreos
  • Helicópteros de avaliação e coordenação;
  • Helicópteros bombardeiros (ligeiros, médios e pesados);
  • Aviões de reconhecimento e coordenação;
  • Aerotanques (ligeiros, médios e pesados).
 Bombeiros no Brasil


Quartel do Corpo de Bombeiros Militar do Estado da Bahia, Salvador, Bahia.
No Brasil a maioria da população crê que todo bombeiro é militar. Poucos conhecem a existência do bombeiro civil, que pode ser empregado em empresas (normalmente nas brigadas de incêndio) ou participar de atendimento público como voluntário ou contratado, ou ainda como funcionário municipal.
No Brasil existem mais de 5.500 municípios e, destes, menos de 350 possuem bombeiros militares. A solução, principalmente na região Sul do país, tem sido os bombeiros civis, que atuam como voluntários em ONGs. No estado do Paraná existe o Projeto Bombeiro Comunitário, que é uma parceria entre o Estado do Paraná e os municípios, onde o governo estadual fornece viaturas, o financiamento para a construção dos Postos de Bombeiros e coloca à disposição um Bombeiro Militar (Sargento) Pertencente ao Corpo de Bombeiros da Polícia Militar do Paraná, que será o responsável pelo treinamento do efetivo, realização de vistorias técnicas e oraganização geral do Posto; e as prefeituras municipais colocam à disposição funcionários municipais denominados Agentes de Defesa Civil, o projeto se destina aos municípios que possuem um índice menor de ocorrências, e desta forma através desta parceria é garantido o atendimento à população destes municípios.
Para se tornar um bombeiro militar é preciso prestar concurso público e passar por um curso de formação. Já para ser bombeiro voluntário faz-se necessário procurar um Corpo de Bombeiros Voluntários e submeter-se a um treinamento básico para poder começar exercer algumas atividades, após, o voluntário poderá realizar cursos mais avançados e crescer dentro da instituição
Na maioria dos estados do Brasil o Corpo de Bombeiros Militar é autônomo. Somente nos estados de São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul e Bahia são vinculados administrativamente ao Comando da Polícia Militar e à Secretaria Estadual de Segurança Pública. No estado do Rio de Janeiro o Corpo de Bombeiros Militar está vinculado à Secretaria Estadual de Saúde e Defesa Civil.
O bombeiro civil existe como profissional nos grandes centros desde os anos 1960 e como voluntário desde de 1835. Para ser um bombeiro civil a pessoa precisa ser aprovada em um curso de formação. Existem várias escolas em todo pais, mas ainda não existe regulamentação, dando margem a ilegalidades.

 Fonte

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário.

Subscribe