Blog da Paulinha

Críticas, Dicas, Vídeos, Notícias, Receitas e tudo mais.

13.12.11

Os Mandamentos da Etiqueta ao Celular.

Postado por Paula R. Cardoso Bruno |

A popularização do celular, temos quase um parelho por pessoa no mundo, terminou por gerar uma má reputação sobre o uso do aparelho em locais públicos e outras situações. É possível evitar constrangimentos seguindo algumas orientações importantes sobre o uso do aparelhinho.

Então... Se você não consegue se desgrudar do seu aparelho celular, está na hora de aprender a conviver com este vício.

O Brasil tem mais de 100 milhões de telefones celulares. E uma parcela da população não consegue mais viver sem o aparelhinho. E vive, de forma tão intensa, que esquece de regras básicas de etiqueta.
Preparamos 10 mandamentos sobre o uso do celular. Se você seguir, religiosamente, será perdoado. Depois de ler, faça suas próprias sugestões, por meio do comentário.

1. Não falarás enquanto dirige
Já existem pessoas suficientes no mundo com problemas para controlar veículos ou telefones individualmente. Coloquem-os juntos e teremos um grande perigo em nossas mãos.
2. Não usarás seu fone Bluetooth em qualquer situaçãoVocê está lá, usando seu fone Bluetooth, porque a qualquer momento uma ligação urgente pode surgir, e você precisa estar disponível de qualquer jeito para atender. E então começa a andar pela rua enquanto gesticula loucamente. De fato, o fone é muito prático, mas algumas horas é melhor se desgrudar um pouco dele, não?
3. Não falarás mais alto no seu celular do que falaria em qualquer outro telefone
Sim, é verdade que o celular não transmite o que você diz da mesma forma que em um telefone comum. Mas mesmo assim eles captam e transmitem sua voz satisfatoriamente. Não há necessidade de gritar.
4. Não deverás se apegar demais ao seu celular
Por razões óbvias, dependência por comunicação contínua não é saudável. No trabalho, você pode até enlouquer com ela, mas em casa, dê um descanso ao seu aparelho.

5. Não deixarás o celular em cima da mesa caso ele toque
Não estamos no Velho Oeste e você não é um atirador sentado em um jogo de pôquer no salão, que precisa sacar seu celular rapidamente ao ouvir o primeiro toque. Se ele tocar, você pode ouví-lo muito bem se ele estiver no seu bolso ou cinto.
6. Não tornarás o celular mais importante do que a empresa
“Se você tanto fala no seu celular, não precisa da minha empresa”, citou o leitor Sherrie. Isso também significa não fazer ligações quando um garçom está anotando seu pedido (melhor sair do restaurante e voltar ao seu pedido quando terminar sua chamada) ou quando está em uma fila.
7. Não deixarás o celular tocando apenas para mostrar seus toques “descolados”
Os ringtones viraram mania. Mas ninguém precisa ficar ouvindo o hino do seu time de futebol só porque você quer mostrar seu amor à torcida.

8. Deverás desligar seu celular em funerais, casamentos, aulas de yoga e quaisquer locais onde não seria permitido levar uma criança chorona
Faça o teste do bebê chorão. Se você ficasse envergonhado em ter uma criança chorando em determinada situação, então silencie seu telefone.
9. Não gravarás uma mensagem de introdução com duração superior a 15 segundos
Estou certo de que muitos se lembram da gravação da secretária eletrônica de George Constanza, o pessimista do seriado Seinfield, configurada com a música "The Greatest American Hero". Era brilhante, mas desculpe, somente a turma do seriado tinha paciência para escutá-la até o final.

10. Nunca atenderás seu celular enquanto estiver no banheiro
Na era da informação, não podemos perder de vista três letras importantíssimas: TMI (Too Much Information). Essa expressão é utilizada quando se divulga informações pessoais em excesso, a ponto de fazer o receptor se sentir desconfortável.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário.

Subscribe