Blog da Paulinha

Críticas, Dicas, Vídeos, Notícias, Receitas...

13.6.11

Economia X Comer, por Fabiana Vaz de Almeida.

Postado por Paula R. Cardoso Bruno |

Temos a honra de receber no nosso blog mais uma matéria da Cientista Econômica e Contábil Fabiana Vaz de Almeida, formada pela Universidade Federal de Mato Grosso e pela Unigran.
Ela estará conosco todas as segundas, aproveitem as suas dicas.

Bjkas.
Paulinha


Economia X Comer
O nosso dia a dia, nos faz agir por conveniência, pensamos nas inúmeras formas de ganharmos tempo, e por muitas vezes esquecemos de nós mesmos e isso vale tanto para adultos e crianças, por isso o meu foco de hoje é a alimentação.
Visando ganharmos tempo, e muitas vezes pensando em adiantar o serviço, acabamos por muitas vezes procurando o que é mais fácil e isso consequentemente acaba por recair nos famosos fast foods, alimentação rápida, sem perca de tempo, pois acabamos por comer na frente do computador ou enquanto estamos andando, esquecendo realmente o objetivo da alimentação, que é nos nutrir de forma saudável, passamos a comer por obrigação, nos esquecendo das conseqüências, afinal tempo é dinheiro.
Mas ao analisarmos friamente, podemos chegar à conclusão que estamos enganando a nós mesmos, faça sua conta e veja quanto você gasta em fast food e quanto gastaria para fazer uma alimentação mais saudável ainda que seja em um restaurante por kilo.
Mas, vá mais longe, imagine um futuro próximo, as conseqüências de uma alimentação desregrada, os gastos que terá com médico, tratamentos estéticos, doenças e remédios, será que realmente vale a pena esse sacrifício?
Pensando em tudo isso, podemos chegar a seguinte conclusão, tanto no que tange a qualidade de vida quanto economicamente falando, o ideal é trazermos nossas refeições de casa, se você tem dúvida do melhor cardápio, procure um especialista, um nutricionista, que irá te auxiliar a ter uma alimentação balanceada a um custo menor, que irá caber em seu orçamento doméstico, sem sacrificar sua saúde.
Se você possui uma jornada de trabalho que leva a exaustão, pense em você também, respeite seu corpo e alimente-se pelo menos em um restaurante a kilo, que dê condições sanitárias e opções de uma alimentação balanceada, com certeza isso auxiliará no seu rendimento profissional e pessoal, você ficará muito mais satisfeita consigo mesmo e poderá adequar sua alimentação ao seu orçamento doméstico, porque isso é uma despesa fixa, para a vida inteira, que irá influenciar e muito em seu orçamento futuro.
Pense bem e tenha consciência que uma alimentação saudável, assim como cuidarmos de nossa saúde, também é economia, não somente para você, mas também para o País.
Devo frisar que isso vale para nossas crianças também, as campanhas publicitárias, as embalagens e as próprias redes de fast foods são apelativas em torno das crianças, por isso vai todo o meu respeito ao Projeto de Lei nº 1254/2010 de autoria da vereadora Maria Lúcia Scarpelli de Belo Horizonte, que proíbe naquela capital a vinculação de lanches acompanhados de brinquedos, isso não é apenas uma questão de saúde e sim de economia e bem estar, imagine os custos a curto prazo tanto economicamente como psicologicamente na vida de uma criança, pois tudo está relacionado e faz parte de nossa vida.
Fabiana Vaz de Almeida

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário.

Subscribe