Blog da Paulinha

Críticas, Dicas, Vídeos, Notícias, Receitas...

17.6.11

Queimando gordura!

Postado por Paula R. Cardoso Bruno |


Vários são os motivos que levam as pessoas a querer perder gordura corporal: melhorar a saúde, aprimorar o condicionamento, melhorar a aparência, dentre outros. Todos esses motivos são admiráveis para querer perder peso, e existem vários meios para alcançar bons resultados.
No entanto, muitas pessoas fazem dietas radicais e dietas da moda, que não são saudáveis. Serei breve ao falar delas, já que o objetivo do artigo é justamente orientar quanto às formas mais saudáveis e eficazes para a perda de gordura corporal.
As dietas radicais geralmente são em torno de 800 Kcal a 1000 Kcal/dia, e acarretam em conseqüências drásticas, como:
- Perdas musculares e de líquidos juntamente com a perda de gordura, sendo que mais da metade do peso perdido provém da desidratação e da perda muscular, não havendo lucro algum nisso.
- Perda de força aeróbica – que leva a uma dificuldade do organismo em perder gordura
- Perda de força;
- Desaceleração do metabolismo – Dietas radicais deixam o metabolismo mais lento!  Uma mulher, por exemplo, gasta em torno de 1200 a 1400 Kcal /dia apenas para garantir o trabalho básico do corpo (manter o coração batendo, o pulmão respirando, dentre outras funções vitais internas). É imprescindível satisfazer essas exigências metabólicas. Dá para imaginar o dano causado ao organismo ao fazer uma dieta de 800 Kcal/dia?
- Cerca de 95 a 99% de todas as pessoas que seguem dietas radicais costumam reaver seu peso com “juros” em um curto período!
Dietas da moda geralmente excluem certos alimentos e realçam outros, o que é tão ruim quanto dietas radicais. O maior problema dessas dietas é que elas são desequilibradas em termos nutricionais e podem omitir nutrientes essenciais à saúde!
Agora falaremos do que realmente funciona e do verdadeiro objetivo: perder gordura corporal sem perder massa muscular!
Quando se trata de queimar gordura, o exercício físico, principalmente o aeróbico (sob orientação de profissional capacitado) é um grande aliado, pois:
- Acelera a queima de gordura no organismo;
- Aumenta o metabolismo;
- Conserva os músculos;
Associe à atividade física as seguintes estratégias dietéticas para perder o máximo de gordura poupando massa muscular:
- Corrija a gordura da dieta : Certifique-se de que na sua dieta prevalecem as gorduras “ boas” , como as gorduras ômega- 3 dos peixes (salmão, atum, sardinha, etc), do óleo de linhaça e a monoinsaturada do azeite de oliva, do abacate, das nozes, castanhas e sementes, por exemplo.
- Não exclua nenhum grupo de alimentos da dieta. É importante que a dieta contenha carboidratos (preferir os integrais – pão integral, arroz integral, aveia), proteínas (principalmente as de origem animal – ovo, leite desnatado, queijos brancos, iogurtes, carnes magras, peixes e aves grelhados, assados ou cozidos) e gorduras (principalmente das fontes já mencionadas). Não se esqueça das frutas e das verduras. Devemos comer de 3 a 5 porções de frutas por dia!
- Prefera carboidratos integrais e frutas – contém mais fibras e propriedades benéficas para a queima de gordura!
- Evite bebida alcoólica;
- Não pule o café da manhã: esse hábito desacelera o metabolismo e a pessoa provavelmente compensa essas calorias com juros ao longo do dia!
- Controle o açúcar extra na alimentação;
- Não passe fome – principalmente quando se pratica atividade física é preciso comer mais, não menos. É importante comer de 3 em 3 horas, para que o organismo não fique resistente em queimar gordura corporal! Muitas vezes esse  é o  hábito que falta a ser adquirido para fazer diferença!
Para orientações personalizadas, consulte um nutricionista!

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário.

Subscribe