Blog da Paulinha

Críticas, Dicas, Vídeos, Notícias, Receitas e tudo mais.

24.8.11

Dia da Infância

Postado por Paula R. Cardoso Bruno |


Instituído pela UNICEF em 24 de agosto, o Dia da Infância é bem diferente do tradicional e popular Dia das Crianças, comemorado no dia 12 de outubro. Nele, a idéia não é presentear os pequenos com brinquedos, agrados e regalias, mas sim, promover uma reflexão sobre as condições de vida de nossas crianças em todo o mundo.
Segundo Mônica Bacellar, advogada e presidente do Instituto Alceu Conceição Machado (IDAM), que realiza projetos sociais em Curitiba, toda a criança deve ter acesso a direitos básicos como saúde, alimentação, educação, lazer, liberdade e à convivência familiar e comunitária, além de ser preservada de todas as formas de negligência, crueldade, discriminação, exploração, opressão e violência. “A concepção de infância deve ultrapassar barreiras como raça, cor, sexo, língua, religião, limites geográficos e classes sociais. Qualquer criança merece respeito e dignidade para viver”, completa.
A advogada ainda explica que embora já existam regulamentações, como o Estatuto da Criança e do Adolescente e a Declaração dos Diretos das Crianças, ainda há muito que se fazer para garantir que elas estejam asseguradas de todos os seus direitos. Problemas como a mortalidade infantil, desnutrição, má qualidade da educação, trabalho infantil, exploração sexual e violência doméstica, são apenas alguns exemplos que ainda assombram a realidade infantil.
Por mais difícil que pareça reverter esta situação, existem inúmeras maneiras de amenizá-la. “Gerar oportunidades para as crianças é um dever de toda a sociedade. São durante os primeiros anos de vida que o ser humano desenvolve seu potencial mental, emocional e social. Garantindo uma infância digna, na qual as crianças sejam criadas e educadas em um ambiente adequado e saudável, estamos ajudando a formar cidadãos mais humanitários e conscientes, capazes de construir uma sociedade melhor”, completa Mônica.
Pense nisso!

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário.

Subscribe