Blog da Paulinha

Críticas, Dicas, Vídeos, Notícias, Receitas...

25.2.12

Letras...

Postado por Paula R. Cardoso Bruno |

Letras...

É incrível como apenas uma letra pode ser sinônimo para tanta coisa.
A letra aprisiona e acalenta, ama e odeia.
A letra nos faz pensar e agir.
Tenho umas preferidas, outras simplesmente nem quero ver... Ou ler.
As letras dão medo também.

S... audade.
Dói quando é de alguém que já se foi... Dói quando é falta de alguém que queremos perto.
Uma vez escrevi que Saudade...

"Saudade é uma palavra que só tem sentido na língua portuguesa, mais especificamente no Brasil. Em nenhuma parte do mundo há uma tradução perfeita para esse sentimento. Se você juntar a falta que sente de uma pessoa e misturar tudo juntamente com a angústia, dor, desejo, necessidade, espera, agonia, tristeza, felicidade, irritação e tantos outros sentimentos não vai chegar nem perto do que quer dizer a palavra “Saudade”. "

S... ilêncio. 
Essa pode ter duas conotações ou até mais. O silêncio pode ser uma prisão para quem sofre ou libertação para quem precisa pensar... Em si e na vida. 
S... De sinônimos, silhuetas, simbolismos, si, só, sempre, somos, serenos, seremos, simples.

A... mor.
A... Eita letrinha complicada!
Ela nos traz amor, arrepios, ardor, ardência, amargura, arrependimento, amigos, alegrias, apagar, acender, alerta, ação... Apelação, anulação, atos, atuação, aurora e ar.

B...eijo.
Boca, barriga, braços, belo, bonito, branco, bege... Beleza, bravura, brevidade, bálsamo, basta, bastante, baixo, balançar.

L...indo.
Leveza, lástima, lentidão... Latente, limitação, lamúria.

C...alor.
Civil... Cacheado, cabelos, caídos, claros... Cego, contigo... Cansado, calado. 

Letras... 
O que fazer com elas e sem elas. 
Letras que acalmam e acalentam.
Letras que matam e que morrem.
Letras que nascem e que fazem sorrir. 
Letras, apenas letras. 
O que fazemos com elas... O que fazemos delas... Aí que está o x da questão.

________________________________________ Paula R. Cardoso Bruno.

4 comentários:

♥ Vanda ♥ disse...

Poxa Paulinha... Inspiração nobre e linda!
Às vezes nem as palavras conseguem definir o que sentimos, mas neste seu post elas brilharam por si só!

Palavras, eu diria: Podem ser ditas e soltas ao vento, mas sempre encontrarão um eco que as traga de volta!!!

Beijo grande amiga blogueira/escritora/mãe/guerreira/ímpar (achei algumas palavrinhas pra você!!!!!

Paulinha disse...

Obrigado, amigaaaaaaaaaaa.
Vindo de você é uma honra imensa.

Bjkas.

Cecilia Ferreira disse...

Olá Paulinha. Parabéns pelo blog. E já que gosta de Letras, que tal visitar o meu? www.blogspot.doleredolar.com
Até mais.

Paulinha disse...

Olá, Cecília.
Obrigado pela honra de ter visitado o blog.
Estou indo conhecer o seu.

Bjkas.
Paulinha.

Postar um comentário

Deixe seu comentário.

Subscribe